Dicas Para Arrasar na Redação do Vestibular

Especialistas dão o caminho das pedras para escrever um texto vencedor

Desde 2001, o MEC considera
obrigatória a redação nos vestibulares.

Dicas para se dar bem na redação

Não comece escrever sem pensar e definir sua opinião sobre o tema;
Tome cuidado para não fugir do tema proposto;
Não tente “modernizar” a escrita durante a prova;
Evite o uso de clichês;
Evite repetição de termos e palavras. Faça uso de sinônimos e elipse;
Fundamente os argumentos, mas nunca use exemplos pessoais;
Lembre-se: o texto é uma conversa com um interlocutor desconhecido, portanto seja o mais claro possível

“Um dos piores erros que os candidatos podem cometer em uma prova de redação é a extrema preocupação com a forma, com a gramática. O importante é que ele opine sobre o tema”, explica a coordenadora da banca de avaliação de redações da PUC-RS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul), Marisa Magnus Smith.

Já faz tempo que o segredo de escrever uma boa redação deixou de ser o fato de não errar a gramática. Na opinião de especialistas, acima de tudo, uma boa redação de vestibular – que nada mais é do que um teste para averiguar a capacidade do estudante em opinar e refletir – deve conter argumentação bem colocada e bem fundamentada.

Para se sair bem em sua “defesa”, os especialistas dizem que os candidatos não devem ficar “em cima do muro” (ora a favor, ora contra o tema), tampouco comprar opiniões do senso-comum. Se o candidato não estiver certo do que está dizendo e não expuser razões para pensar daquela forma o texto fica vazio. “O texto tem que ter posicionamento, se for exclusivamente informativo não é bom. Aliás, não dá nem para começar a escrever um texto se não tiver uma opinião. Um texto sem opinião não existe”, reforça o professor de redação do Cursinho Anglo, Maurício Soares Filho.

Para entender melhor por que os especialistas defendem essa idéia é fácil: imagine que as drogas acabaram de ser legalizadas pelo governo. Segundo os especialistas, se as pessoas abrem o jornal e procuram um artigo sobre a questão e encontram um texto sem nenhuma argumentação ou opinião, elas não refletirão, além de chato de ler. Para eles, aquilo que o leitor espera de um articulista é o mesmo que um examinador de vestibular espera de um futuro universitário (especialmente se for de universidade pública): opinião e reflexão.

De acordo com Soares Filho, para seu texto causar impacto, porém, a opinião deve estar muito clara. Por isso, a construção da redação deve valorizar seus argumentos. A ordem é apostar na organização da estrutura textual para não perder o fio da meada. “Organizar as informações é o segredo para fazer que a opinião apareça”, complementa Soares Filho.

Treinando um texto nota 10

Se a intenção é obter destaque por meio de uma boa argumentação, o que fazer para se preparar? Ler, ler, ler e escrever, escrever e escrever. “O hábito da leitura ajuda a desenvolver a escrita. Além disso, com a prática da redação, alguns padrões de textualidade são mais facilmente assimilados do que pelo professor a falar em sala de aula”, enfatiza Marisa.

Para Soares Filho, a prova de redação é 50% leitura e 50% escrita. “Uma é conseqüência da outra. O primeiro passo para ter sucesso é ler o tema com muita atenção e, em seguida, posicionar sua opinião para definir o que será defendido”.

Uma boa dica é ler editoriais, crônicas, artigos e textos assinados que emitam opinião sobre o tema que é retratado. Com isso, é possível criar uma bagagem de como e em que momentos é pertinente evidenciar as opiniões pessoais.

Outra dica valiosa é procurar ser autêntico. Na hora de escrever um texto sobre a legalização das drogas ou do aborto ninguém precisa “encarnar o revolucionário” para passar em um vestibular de uma universidade famosa por sua histórica política de contestação. A autenticidade do seu pensamento deve estar refletida em seu texto, nem mais, nem menos.

“Como professor, uma de minhas preocupações é esclarecer para os meus alunos que eles não devem fingir ser uma pessoa que não são na hora de escrever, pois assim, vão ter dificuldades em sustentar os argumentos, e fica muito fácil se contradizer, o que compromete a qualidade do texto”, diz Maurício.

Por fim, a prova de redação serve para avaliar a capacidade do candidato de se comunicar por escrito, de fazer reflexão e de conseguir se expressar de maneira simples e coesa. Por isso é tão importante não ser superficial e mostrar uma visão crítica sobre o tema a ser discutido.

Pesquise os títulos abaixo e confira o parágrafo inicial de três redações da edição 2006 do vestibular da FUVEST (Fundação Universitária para o Vestibular) a respeito do tema “visões sobre trabalho”:

  • Labora et labora: um ciclo eterno
  • Metamorfoses da arte de trabalhar
  • Trabalho: necessidade ou imposição?

Fonte: http://www.universia.com.br/index.jsp

Post Indicado (e publicado em nosso fórum de discussões Jovem Nota 10) por kuryusythelord http://kuryusthelord.wordpress.com

Explore posts in the same categories: Dicas Úteis, Faça Acontecer, Oportunidades

Etiquetas: , , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

One Comment em “Dicas Para Arrasar na Redação do Vestibular”

  1. francielly Says:

    Legal esse texto me ajudou muito com a prova da escola que esta pedido pra gente fazer um texto mais que seja artigo de opiniao valeu pela dica;;;


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: